sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007

O que são PARABENOS ?
Se é seu hábito, ler a letra miudinha nas embalagens de medicamentos, certamente, já se deparou com esta afirmação, em tom de aviso: - Contém parabenos . Deve ter-se interrogado para quê, porquê ou o que são esses tais de parabenos. Pois bem, não é só aí que os pode encontrar, possivelmente o seu champô também os tem.
Tem esta designação por serem ésteres derivados do ácido p-hidroxibenzóico, são actualmente, o ex-libris dos conservantes fenólicos. São utilizados 5 destes derivados. A sua solubilidade decresce quando se aumenta a cadeia mas, inversamente, sua potencialidade germistática aumenta, onde o butil-parabeno é mais eficiente contra o Aspergillus fumigatus que o propil-parabeno. A reunição de dois ou mais parabenos, tornou-se prática comum, com isto, a acção antimicrobiana aumenta. A concentração mais comum é de 0,18% de metil-parabeno e de 0,02% de propil-parabeno, fazendo parte de algumas formulações. Existem formulações já comerciais prontas para serem utilizadas, caso do Nipacombin e Nipaset, produtos com 65% de metil-parabeno e 35% de propil-parabeno.Metil-parabeno.
Sinónimos: - Nipagim, nipagim M, microlase, metil parabeno, metil p-hidroxibenzoato, Tego-sept M, 4-hidroxibenzoato de metila.
Fórmula química: C8H8O3, peso molecular 152,14 Ponto de fusão: 131 C. Ponto de ebulição: 270 C (280 C dec. ). Cristaliza-se na forma de agulhas brancas ou, apenas um pó fino. Um grama do sal, dissolve-se em 400 mL de água, 70 mL de glicerol ou óleo aquecido. É muito solúvel em acetona e éter, sua relação de solubilidade com a água é de 0,25% p/p a 20 C. e de 0,30% a 25 C. ( THE MERCK INDEX 11th.ed. )
Propriedades organolépticas, não as apresenta o que é um factor de importância primordial se pensarmos que estes produtos devem cumprir a sua função, passando, o mais possível, sem ser notados.
Ação germicida, bacteriostático e fungistático de grande valor, ativos na faixa de pH de 3 a 8. Em presença de nipasol tem sua potência aumentada ( numa relação de 2:1 ).
Em formulações para uso oral, xaropes, usa-se numa concentração de 0,5%, colírios 0,025%, cremes e loções 0,30% e em mucilagens e gomas 0,15%. Embora seja utilizado na preparação de cremes e loções, o seu poder germicida esta diminuído em 80%, quando faz-se uso de Tween 80 ou outro tensoativo e, macromoléculas, porque a quantidade de parabenos livre é inferior à desejada para os efeitos antimicrobianos ( os parabenos, encontram-se complexados com as macromoléculas ou tensoativos, diminuindo a sua eficácia. ). PRISTA ( ilustre professor da faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade do Porto) ( p.1288. 1976 v.2 ) cita que Patel e Kostenbauer, estudaram quantitativamente a interação entre os parabenos com o Tween 80.
Os conservantes são necessários, para se manter a integridade do medicamento, independente da forma ou fórmula com que se apresente, respeitando-se 4 regras básicas e fundamentais, que são:
- não interagir com o princípio ativo,
- ter enérgica acção antimicrobiana,
- não alterar o gosto, cor e sabor da formulação e,
- não provocar reações de hipersensibilidade.
Estas são as 4 regras fundamentais, existem muitas outras, segundo PRISTA, ( Prista, L. N., et al, Técnologia Farmacêutica. 4ed. 3v. pg. 1643-4, 1996 ), um bom conservante além das qualidades já mencionadas, deve possuir também as seguintes:
- Continuidade de acção, mesmo que o produto contamine-se durante a produção, envazamento, embalagem ou uso, tendo passado por um processo de autoclavagem ou outro mais drástico, assim como as condições de processamento, volte a ser estéril.
- Acção rápida, se a formulação for contaminada, que a mesma se re-esterilize num breve espaço de tempo, como uma hora.
- Atoxidade, não provocando reações de hipersensibilidade.
- Estabilidade, deve ser quimicamente estável, não alterando o pH e a tonicidade.
- Solubilidade, deve ser de fácil solubilização nos veículos que se fizerem necessários.
- Inativação, deve ser possível de neutralizar ou atenuar facilmente a sua ação antimicrobiana, quando da necessidade de um ensaio de esterilidade.
Hoje, a grande maioria dos conservantes, concentra-se na classe dos derivados fenólicos, mais precisamente dos ésteres p-hidroxibenzóicos, como os parabenos, coadjuvando uma acção germicida e germistática. Podemos dividir os conservantes em 4 grandes grupos, que são:
- Mercuriais,
- Fenólicos ,
- Saís de amônio quaternário e
- Outros.